quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Vida Familiar - Parte I

                            O primeiro fundamento para quem quer crescer espiritualmente é criar harmonia familiar. A família é uma entidade muito importante na vida de todos. É dentro da família que nascemos, que somos criados, educados, crescemos e adentramos na sociedade. Portanto, a família está na base da estrutura social do ser humano. Quando não há harmonia na família, não há harmonia dentro da pessoa. E se não há harmonia dentro da pessoa, então essa falta de harmonia começa a manifestar o caos nas relações sociais mantidas por tal pessoa.

                             A importância da família, no entanto, não é só social, mas principalmente espiritual. É ela quem gera a harmonia da paz interior. E a paz interior gera seres humanos psicologicamente e espiritualmente saudáveis. E seres humanos psicológica e espiritualmente saudáveis manifestam a saúde e a harmonia física. E essas mantêm a harmonia espiritual, num ciclo que se sustenta sozinho, em equilíbrio, e sem fim. Porém, se a harmonia familiar não se concretiza, a paz interior do indivíduo pode ficar comprometida, e, por conseqüência, todo o ciclo da paz perde seu equilíbrio.



                             Como fazer para manter a harmonia familiar? Para responder a essa pergunta, vou trazer a opinião do judaísmo, do cristianismo e do islamismo (embora a influência seja menor neste último). As três religiões monoteístas do ocidente são unânimes quanto às leis máximas da religiosidade (até porque as três possuem raízes históricas iguais). E essas Leis são apresentadas em ordem. Não só em ordem didática ou social, mas principalmente em ordem de importância espiritual. Essas leis máximas são os 10 mandamentos. Os 10 mandamentos classificam o caminho, passo a passo, a ser seguido pela pessoa em sua fidelidade espiritual. E essa espiritualidade é o que cria a Religião. Portanto, a espiritualidade precede ao fenômeno religioso. Se não há espiritualidade, não há Religião (nada é religado).

                             A lei da harmonia familiar é o 4º mandamento da Lei de Deus, manifestada e recebida por Moisés, no topo do monte Horeb (ou Monte Sinai). Logo, há três passos a serem percorridos antes, para que se consiga obter a harmonia familiar.


(Continua...)


.

2 comentários:

Cris disse...

Oi, Mizi!

Que bom ler esse texto...
Tu sabe que acredito em sinais...
Eu estava nesse exato momento pensando em umas pendengas familiares, em como resolvê-las, daí chego aqui e tem esse texto.
Obrigada! Espero a continuação!
beijoca!

Mizi disse...

Olá, Cris.... Eu é que agradeço pela visita, sempre muito bem vinda.

Eu tinha programado uma postagem por semana dessa série, que foi dividida em 4 partes (Para durar o mês de dezembro inteiro).

Masss....

Em tua homenagem, vou antecipar as postagens da série o mais rápido possível. Se isso for te ajudar de alguma forma, será um prazer.

Abraços, mocinha!